Diabetes: como cuidar e evitar os picos de hipoglicemia e hiperglicemia.
dezembro 17, 2018
Bariátrica: mitos e verdades sobre a cirurgia
dezembro 21, 2018
Autores

Seu filho não come? Saiba como abrir o apetite das crianças.

Como já dissemos em um post anterior, a partir de um determinado período da fase de crescimento das crianças, é comum que elas apresentem uma certa falta de apetite. Esse fato é completamente normal e a razão disso pode ser pelo calor, por dentinhos nascendo ou troca de dentes, por estarem doentinhas e até mesmo com preguiça de se alimentarem.

Quando esses sinais aparecem, não há muito que se preocupar. Porém, quando além desses motivos, elas indicarem sonolência, dificuldade para se concentrarem, palidez, etc., nesses casos sim, é preciso um pouco mais de atenção e uma análise por um médico pediatra, pois isso pode significar que está faltando os nutrientes importantes para seus desenvolvimento, podendo até mesmo se agravar para sérias doenças.

Contudo, ao aparecimento dos primeiros sinais da falta de apetite dos pequenos, algumas medidas podem ser tomadas para solucionar o problema, como:

Dar o exemplo: as crianças se espelham nos pais para tudo e na alimentação não vai ser diferente, por isso, para que comam de forma saudável e regularmente, elas precisam ter o exemplo dos pais.

Estabelecer uma rotina: isso envolve horários e cardápio da semana já estipulados e mostrado as crianças. Claro que as vezes sair da rotina não tem problema, mas isso não pode ser um fato frequente no dia a dia das crianças.

Ter cuidado com os horários que você oferece líquidos: é muito importante que eles não sejam concedidos durante as refeições principais, eles fazem as crianças ficarem satisfeitas rapidamente e que não comam o suficiente para ter a nutrição e energia necessária para o dia a dia.

Não fazer um prato muito cheio e sem graça: se a criança já está sem apetite não faz muito sentido encher o prato e obrigá-la a comer, coloque um pouco de cada coisa, dando prioridade aos alimentos que ela gosta mais; de preferência procure fazer algo bem colorido e divertido para que chame mais atenção delas.

Envolvê-las no processo de preparação: leve-as para o mercado, depois para a te ajudar a cozinhar, cortando ou lavando os legumes e verduras. Essa é uma ótima estratégia para que fiquem curiosas em experimentar o que elas mesmo prepararam.

Todas essas dicas podem ser cartas na manga quando os pequenos não quiserem comer, se seguidas precisamente podem facilitar todo o processo e ajudar a criança a voltar a ter mais apetite. Porém, mesmo depois de todos os conselhos, a criança ainda permanecer com esse problema, o médico especialista deve ser consultado para diagnosticar e indicar a melhor solução para a alimentação da criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar Mensagem
Fale com nossas Nutricionistas!