Os erros comuns na alimentação das crianças.
dezembro 10, 2018
Quais os benefícios dos cosméticos orgânicos?
dezembro 14, 2018
Autores

Hipertrofia muscular: o que é e como acontece?

Muito se fala sobre a hipertrofia muscular, porém, poucos tem um conhecimento verdadeiro sobre ela e como ela realmente acontece. Por isso, vamos sanar algumas dúvidas comuns e que vemos frequentes por aí...

A HIPERTROFIA

Mais que explicar o que ela é, também é importante que você saiba como funciona e quais fatores que contribuem para que ela aconteça. A hipertrofia muscular é algo muito desejado pelos praticantes de musculação, ela acontece quando os músculos sofrem microlesões nas fibras por causa da sobrecarga, ocasionando o aumento de massa muscular.

Porém, ao contrário de que alguns pensam, a hipertrofia só ocorre após o exercício, quando o organismo começa a “recuperar” as fibras musculares. Para que tudo seja feito de maneira eficiente e precisa, e acarrete o ganho de massa magra, a hipertrofia traz consigo três pilares para o processo: treino intenso, descanso e dieta. Sendo que, quando alguns deles está prejudicado, ele interfere diretamente na recuperação da fibra e também no crescimento do músculo.

MAS O QUE O SONO TEM A VER COM TODO O PROCESSO?

É durante o sono que o corpo libera alguns hormônios responsáveis para a recuperação das células do tecido muscular, se adaptando para aquela carga que está sendo exposta, causando a hipertrofia. Por isso, a falta de um descanso devido, além de atrapalhar o crescimento muscular, ocasiona o catabolismo, ou seja, estimula a perda de massa muscular que a pessoa já tinha.

AFINAL, POR QUE A DIETA É TÃO IMPORTANTE E QUAL O MOTIVO DE DAR TANTO DESTAQUE PARA A PROTEÍNA?

Claro que o carboidrato e as gorduras também possuem grande importância na alimentação de qualquer pessoa, já que são eles os responsáveis pela obtenção de energia. Porém, é a proteína que auxilia no processo de reparação do músculo, pois é ela que contribui para o seu crescimento. Quando não há uma quantidade suficiente da substância no organismo, todo o processo é invertido e, em vez de acontecer o ganho de massa, há uma perda do músculo já existente. Entretanto, quem tem dificuldades em ingerir toda proteína necessária, uma boa opção são os suplementos hiperproteicos, que são especialmente formulados para esse consumo. Outro fator contribuinte da ingestão de proteínas para hipertrofia é o aceleramento do metalismo, aumentando o gasto calórico e diminuindo o percentual de gordura.

Através do que foi explicado, fico claro o que é a hipertrofia muscular e o que realmente contribui para todo o processo. Por isso, independentemente do motivo, seja estético, saúde ou por esporte, se você deseja alcançá-la e ter um bom percentual de músculo, procure profissionais qualificados para te orientar durante o treino, descanse e se alimente bem. Certamente se tudo isso for feito de maneira adequada, os resultados começarão a aparecer.

Download

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar Mensagem
Fale com nossas Nutricionistas!